A PEDRA ANGULAR
PROJETO DA IGREJA MATRIZ DA PARÓQUIA SÃO RAFAEL


 Por Tobias Bonk Machado e Teresa Cristina Cavaco Gomes
Arquitetos – Creatos Arquitetura

“A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular.”

Deste princípio foi estruturado todo o projeto da Matriz da Paróquia São Rafael. A pedra angular é característica forte da vida de Nosso Senhor Jesus Cristo e, também, é importante elemento construtivo das edificações no decorrer da história da arquitetura mundial.

Conhecida também por “chave”, a pedra angular é o elemento arquitetônico fundamental para a sustentação de um arco. Cortada em ângulo e geralmente de maior dimensão, diferencia-se das demais pedras do arco e permite o fechamento perfeito daquele trecho de estrutura, sustentando todo o conjunto.

Assim, o desenho da Igreja de São Rafael traz consigo analogia à vida de Cristo e se remete a elementos da história da arquitetura. Propõe-se uma leitura atual, contemporânea ao espaço celebrativo e à forma em si, sempre regido pelo Concílio Vaticano II.

Explorando a riqueza de símbolos e sinais da Igreja, sendo eles essenciais e presentes diariamente nas celebrações e mesmo na vida de uma comunidade – e que foram por muitas vezes utilizados pelo próprio Cristo e, ainda, que dirigem o fiel ao Sagrado e à Salvação –  a arquitetura e a arte são certamente complementares e tem importante papel para auxiliar o povo de Deus no entendimento, na fundamentação e compreensão do que se celebra. Prova disso, neste projeto, é o desenho do altar. Cristo é a própria Pedra Angular e o Cristão, é a Pedra Viva, templo espiritual desta Igreja que é Celeste e Terrena.  Sua forma e seus materiais remetem-se à Jesus como Pedra Angular e auxilia o fiel a vivenciar aquilo que Cristo vê e espera em cada um de seus filhos, sempre guiados e sustentados por Ele, uma vez que parte de Sua vontade.

Projeto: Imagem do Presbitério da Igreja Matriz de São Rafael Ao centro, o Altar como Pedra Angular.

Assim, todos os demais elementos – Mesa da Palavra, Sédia, Cruzes de Dedicação, Capela do Santíssimo etc. – se desconstroem desta simbologia pura, deste conceito e fazem memória à chave, à pedra angular que é o próprio Cristo.

Diretamente ligado a essa descrição da pedra angular, obviamente, está do arco. Sua presença já era marcante no antigo templo da comunidade de São Rafael (que será completamente remodelado com este novo projeto) e, agora, neste nova arquitetura, ele é explorado para que sintonize-se diretamente com a vida Cristã.

Na arquitetura, existem diversas tipologias de arcos que foram utilizados tanto para a possibilidade de maiores vãos e maiores aberturas, tanto para fins formais e decorativos. Na Capela do Santíssimo, observam-se os arcos e a leitura contemporânea de baldaquino, presente como resguardo ao Santíssimo Sacramento.

Projeto: Imagem da Capela do Santíssimo

Não distante desta linha de pensamento, pode-se observar no projeto a grande porta de entrada – que, por sua vez, também simboliza o próprio Cristo. É a separação da vida profana em relação à sagrada. É valorizada pelo espaço e pela forma que a arquitetura lhes proporciona, com a inclusão de adro e releitura de tímpanos, elementos esses característicos da história construtiva dos templos.

Os materiais não são escolhidos ao acaso, mas buscam coerência com os símbolos e sinais do Cristianismo e tem relação à pureza de Jesus. Como exemplo, o revestimento externo: os blocos cerâmicos nos remetem diretamente ao barro, ao solo e às partículas soltas em sua superfície. Assim, nos lembra a argila com que Deus modelou o ser-humano, trazendo a viva memória que se do pó viemos, ao pó haveremos de regressar.

Projeto: Imagem da Assembléia. Também Observa-se o Desenho das Portas e do Forro
Projeto: Imagem a ser Obtida pelo Mezanino
Projeto da Capela do Batismo Em forma octogonal, a Fonte Batismal remete-se, também, ao 8º dia.

Por fim, a vida do Padroeiro São Rafael! Rica iconografia encontra-se em sua representação, desde suas asas, o peixe, o cajado, o cantil, etc. Sua imagem será valorizada no espaço desta comunidade que empresta seu nome. Assim, também, a pintura e a escultura sacra, terão espaços especialmente projetados à elas nas paredes preparadas para também evangelizar. É a arquitetura e a arte como ferramentas capazes de catequizar, difundindo todo o encantamento desta linda simbologia que a Igreja oferece!

Imagem Geral Externa da Nova Igreja
Imagem Externa da Nova Igreja
Imagem da Igreja Existente. Estrutura será toda aproveitada.

Créditos:
Projeto de Arquitetura, Espaço Celebrativo, Luminotecnia e Paisagismo: 
Creatos Arquitetura (www.arquiteturasacra.arq.br  www.creatos.com.br)
Arquitetos Teresa, Tobias e Karina
Email: tobias.machado@creatos.com.br

Pinturas Sacras utilizadas nas perspectivas eletrônicas: 
Presbitério: Antonio Batista de Souza Junior (www.artesacra.art.br)
Capela do Batismo: Maria Fonseca (http://artesmariafonseca.blogspot.com)

Perspectivas Eletrônicas:
Alexandre Vieira (https://www.facebook.com/alexandre.vieira.144)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *